domingo, 30 de dezembro de 2012

SUGESTÃO DE ATIVIDADES PARA AUTISTA



SUGESTÕES DE ATIVIDADES PARA CRIANAÇA AUTISTA

O autismo é uma alteração cerebral uma desordem que compromete o desenvolvimento psiconeurológico e afeta a capacidade da pessoa se comunicar, compreender e falar, afeta seu convívio social.

O autismo infantil é um transtorno do desenvolvimento que manifesta-se antes dos 3 anos de idade, e é mais comum em meninos que em meninas e não necessariamente é acompanhado de retardo mental pois existem casos de crianças que apresentam inteligência e fala intactas.

Existe também o Transtorno Desintegrativo do Desenvolvimento que difere do autismo infantil por evidenciar-se somente depois dos 3 anos de idade, referir-se a um desenvolvimento anormal e prejudicado e não preencher todos os critério de diagnóstico. O autismo atípico surge mais frequentemente em indivíduos com deficiência mental profunda e em indivíduos com um grave transtorno específico do desenvolvimento da recepção da linguagem.

Por ainda não ter uma causa específica definida, é chamado de Síndrome (=conjunto de sintomas) e como em qualquer síndrome o grau de comprometimento pode variar do mais severo ao mais brando e atinge todas as classe sociais, em todo o mundo.

Leo Karnner foi o primeiro a classificar o autismo em 1943, logo aós em 1944 Hans Asperger pesquisou e classificou a Síndrome de Asperger, um dos espectros mais conhecidos do Autismo.

COMPORTAMENTOS DO INDIVÍDUO COM AUTISMO

USA AS PESSOAS COMO FERRAMENTAS

RESISTE A MUDANÇAS DE ROTINA

                                                                 
NÃO SE MISTURA COM OUTRAS CRIANÇA              SAPEGO NÃO APROPRIADO A OBJETOS

                                                                      
NÃO MANTÉM CONTATO VISUAL                                          AGE COMO SE FOSSE SURDO

 

 

 

                                                                 
RESISTE AO APRENDIZADO                                       NÃO DEMONSTRA MEDO DE PERIGOS

                                                                      
RISOS E MOVIMENTOS NÃO APROPRIADOS                       RESISTE AO CONTATO FÍSICO

                                                                      

ACENTUADA HIPERATIVIDADE FÍSICA                    GIRA OBJETOS DE MANEIRA BIZARRA

                                                                                                              E PECULIAR

                                                               
ÀS VEZES É AGRESSIVO E DESTRUTIVO                    MODO E COMPORTAMENTO                                                                                

                                                                INDIFERENTE E ARREDIO

Por volta dos 4 anos as crianças começam a sua aprendizagem, normalmente com fichas de pré-escrita que as ajudam nos seus primeiros traços: linhas retas, círculos … qualquer forma que lembre as formas das letras. Também aprendem o abecedário e a identificarem algumas letras. A primeira coisa que todas podem e devem aprender é a escrever o seu nome.
Com 5 anos aprendem a traçar e a identificar todas as letras e com 6 anos a escrever e ler sílabas e palavras simples, para que quando cheguem aos 7 anos saibam ler qualquer texto. Depois começam a aprendizagem das normas ortográficas.
- Pré-escolar: o objetivo principal é ajudar no desenvolvimento intelectual e motor da criança para uma ótima preparação para a futura etapa escolar.

                                                 JOGOS E BRIMCADEIRAS

Para brincar é preciso certa organização, senão a criança ficará confusa e não produzirá.
1. Você já brincava de cuca achou com a sua criança, agora transfira esta experiência para outros objetos, isto é, esconda brinquedos sob panos e travesseiros e estimule-a a procurá-los.
Continue reforçando as vitórias e estimulando-a não desistir! Você pode facilitar chamando a atenção da criança quando esconde os objetos, e fazendo os movimentos mais lentamente, como se fosse em câmara lenta. Por exemplo: peque um urso, mostre-o à criança e vá dizendo que vai escondê-lo, até o momento que realmente o colocou sob o pano: aí incentive a criança a procurá-lo.
2. Com caixas e recipientes de vários tamanhos pode-se brincar de encaixar e guardar coisas dentro. Isto, além de ajudar a coordenação manual da criança, proporciona uma noção mais apurada da forma e tamanho dos objetos, através do contato com os materiais.
3. Com tinta atóxica deixe a criança pintar num papel, no início ela usará os dedos, depois introduza pincéis e lápis.
4. Outra coisa que traz muita experiência e é uma ótima brincadeira são as diversas formas que a argila e as massas de modelar tomam nas mãos das crianças e também dos adultos. Faça bonecos para sua criança com estes materiais e incentive também a sua produção. É útil guardar potinhos de iogurte, caixas de fósforo vazias, retrós de linha e outras sucatas, que podem servir na confecção de uma infinidade de brinquedos. Por exemplo: um rolo vazio de papel higiênico, pode ser o corpo de um boneco, com a cabeça de argila, as pernas e braços de palitos e o cabelo de linha.
5. A bola é um meio rico de brincar com a criança. Comece só com duas pessoas (criança e mais um pessoa), num jogo de dar e receber a bola, rolando-a no chão. Aos poucos, quando a criança já tiver compreendido a brincadeira, entre com crianças ou adultos. Depois você pode sofisticar o jogo, isto é, começar a introduzir algumas regras, por exemplo: passar a bola de uma pessoa para outra numa sequencia pré-determinada; jogar bola de pé e chutar para determinadas pessoas; bater a bola no chão antes de jogá-la; e uma variedade incrível de jogos que você pode criar.
6. Brincar de esconde-esconde; esconder-se atrás dos móveis, no quintal e em outros locais que sejam de fácil acesso à criança, que pode estar andando ou engatinhando. Revezar entre os vários participantes do jogo, a vez de cada um procurar.
7. Brincar de faz de conta e de contar histórias. Deve-se perceber o quanto as coisas do dia-a-dia fazem parte das histórias das crianças, assim é importante não fazer as coisas mecanicamente, mas tentando relacioná-las e mostrar sua importância.

ESTRUTURA E ROTINA

Muitas crianças com Síndrome de Down se dão bem com rotina, estrutura e atividades focalizadas claramente. Situações informais e sem estrutura são geralmente mais difícieis para eles. Eles também podem se sentir contrariados com qualquer mudança. Podem precisar de maior preparação e podem levar mais tempo para se adaptar às mudanças na sala de aula e nas transições.

ESTRATÉGIAS
- Explique sobre a grade de horários, rotinas e regras escolares explicitamente, dando tempo e oportunidade para que aprenda.
- Providencie uma grade de horário visualmente atraente: use palavras, desenhos, figuras e fotos.
- A progressão da aula durante o dia deve poder ser acompanhada pelo horário.
- Quando uma grade visual não for apropriada, arrume uma série de fotos ou figuras descrevendo as atividades escolares. Estas fotos podem ser mostradas a criança antes da atividade ser começada.
- Certifique-se de que a criança sabe qual será a próxima atividade.
- Atenha-se à rotina sempre que possível.
- Prepare a criança com antecedência se souber que haverá alguma mudança e informe os pais.
- Solicite a ajuda da criança na preparação para a atividade subsequente dando-lhe uma tarefa específica.
PLANEJAMENTO ANUAL
LINGUAGEM

COMPETÊNCIAS
HABILIDADES
EIXOS COGNITIVOS
 
· Desenvolver a comunicação oral, para interagir e expressar ideias por meio da linguagem oral;
· Desenvolver e ampliar gradativamente suas
possibilidades de comunicação oral, escrita;
· Expandir o uso da linguagem oral, compreendendo-a em diferentes situações de
participação social.
 
· Identificar os personagens da história contada pela professora;
· Manejar livros de histórias, fantoches recontando a sua história;
· Respeitar e aceitar as regras de convivência;
· Recontar fatos do cotidiano (sala de aula, parques, pátios brincadeiras);
· Expressar-se utilizando a pintura;
· Identificar a 1ª letra do nome;
· Realizar atividades de movimentação do corpo, trabalhando a expressão corporal;
· Apreciar as atividades lúdicas
compreendendo regras de jogos e brincadeiras;
· Explorar as possibilidades de gestos e ritmos corporais para expressar-se em situações do cotidiano;
· Conhecer o próprio corpo, nomeando suas partes;
· Interessar-se por histórias de literatura.
 
 
Linguagem Escrita
· Reconhecimento da escrita da 1ª letra do nome;
· Desenvolvimento motor;
Linguagem Oral
· Visualização das consoantes (alfabeto);
· Conversas informais;
· Percepção visual e auditiva;
· Explorar gravuras;
· Leitura de diferentes gêneros literários, contos, poemas, parlendas, trava-línguas.
 
Expressão Corporal
· Noção de tempo e espaço;
· Lateralidade;
· Cantar fazendo gestos;
· Conhecer a localização das partes do corpo;
· Correr, andar, saltar, pular, marchar, chutar, arrastar e dançar;
· Participar de jogos e brincadeiras dirigidas.
· Educação sensorial.


MATEMÁTICA

COMPETÊNCIAS
HABILIDADES
EIXOS COGNITIVOS
· Desenvolver a capacidade de reconhecer a cor apresentada no seu cotidiano;
· Desenvolver o raciocínio lógico exercitando as capacidades para
pensar logicamente com o
intuito de resolver situações-problema;
· Conhecer as figuras geométricas;
· Desenvolver a capacidade de diferenciar diferentes sons;
· Conhecer os números e reconhecê-los nas situações do dia a dia;
 
· Identificar e reconhecer as cores primárias nos diferentes ambientes da escola;
· Relacionar figuras iguais quanto à cor e a forma;
· Observar os objetos em sala. Construir novos objetos a partir das noções de tempo e do
espaço. Manusear diferentes objetos;
· Classificar objetos, elementos, pessoas identificando as características ou atributos
fundamentais dos objetos;
· Identificar características semelhantes nos objetos de acordo com o conhecimento
lógico matemático (grande/ pequeno; cheio/vazio; muito/pouco; pesado/leve;
alto/baixo;
· Identificar e relacionar as formas geométricas com os objetos encontrados em seu dia-a-dia;;
· Vivenciar situações matemáticas através de
brincadeiras e dramatizações.
 
Grandezas e medidas (Conceitos)
· Cheio/ vazio;
· Grande/pequeno;
· Dentro /fora;
· Muito/pouco;
· Em cima/ embaixo;
· Áspero/liso;
· Mole/duro;
· Grosso/fino;
· Alto/baixo;
· Quente/frio;
· Aberto/fechado.
Formas geométricas
· Triângulo;
· Círculo;
· Quadrado/Retângulo.
Cores Primárias
Noções de espaço
· Agrupar objetos;
· Representações por meio de desenhos em diferentes ângulos;
· Construções com blocos, maquetes e painéis;
· Circuito de obstáculos;
· Sistema de numeração;
· Quantificação de 1 a 5 · Visualização dos numerais de 0 a 10
· Contagem oral de 1 a 10.
· Agrupamento, classificação e seriação.
 

NATUREZA E SOCIEDADE

COMPETÊNCIAS
HABILIDADES
EIXOA - CONTEÚDOS
 
· Compreender o ambiente estabelecendo relações com pessoas, pequenos animais,
plantas e com objetos diversos manifestando curiosidade e interesse;
· Estabelecer relações entre fenômenos da natureza;
· Desenvolver cuidados simples de higiene
com o corpo e o ambiente;
· Desenvolver a atenção e as habilidades de identificar, estabelecer relações e
solucionar problemas.
· Compreender a importância da escola,
da professora e dos colegas;
· Reconhecer a importância dos bons hábitos de higiene;
· Identificar os diferentes ambientes da escola;
· Identificar as partes do corpo suas funções e características;.
· Relacionar as características das pessoas
que fazem parte da sua família;
· Identificar as datas comemorativas, como datas importantes em nosso meio
escolar;
· Desenvolver os hábitos de higiene;
· Identificar diferentes tipos de alimentos;
· Estimular a atenção e a observação;
· Valorizar a cultura brasileira e alagoana;
· Explorar o meio ambiente e suas riquezas;
· Identificar a festa Junina como atividade Folclórica de nossa tradição;
· Reconhecer as estações do ano, identificando suas características próprias;
· Identificar os direitos e deveres que precisamos ter no trânsito, reconhecendo sua sinalização;
· Desenvolver a linguagem oral;
· Valorizar a Bandeira do Brasil e de Alagoas;
· Reconhecer o Natal, como data religiosa;
 
Relações sociais
· Eu;
· Família;
· Escola;
· Hábitos de higiene corporal/saúde;
Seres vivos e ambiente natural;
· Meu corpo;
· Animais;
· Plantas;
· Os sentidos;
· Alimentação;
· Meio ambiente;
· Mudanças de tempo (Dia e noite);
· As estações do ano.
Trabalho
· Meios de comunicação;
· Meios de transportes;
· Profissões.
Cultura e tempo
· Carnaval;
· Circo;
· Páscoa;
· Índio;
· Dia das mães;
· Festa junina;
· Dia dos pais;
· Folclore;
· Trânsito;
· Pátria;
· Bíblia;
· Árvore;
· Dia das crianças;
· Natal.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário